Filosofia de platao

Daí a diferença de estilos: Chegaram até nós 47 textos do fundador do Liceu, provavelmente inacabados por serem apontamentos para as lições. Esta atinge-se quando o homem realiza, devidamente, as suas tarefas, o seu trabalho, na polis, a cidade. O homem é um ser social.

PLATÃO – A República

O que vive, isoladamente, sempre, ou é um Deus ou uma besta. O homem deve encontrar o meio-termo, o justo meio; deve viver usando, prudentemente, a riqueza; moderadamente os prazeres e conhecer, correctamente, o que deve temer.

Aristóteles, apesar do seu aspecto elegante, requintado, barba rapada e cabelo cortado, é o provinciano na grande urbe, centro e farol do Mundo. Tem filosofia de platao na língua do povo com quem se acotovela nas ruas.

resenha de "República" de Platão

Além do mais cicia, quase gagueja, a voz é branda, fraca, tímida. Na Academia descobrem que é de fora. A escola é um minicosmos da cidade, da sociedade. Invejas, vexações, intrigas, conspirações, grupos.

O que envelhece mais depressa? Que é a esperança? O sonho de um homem acordado. Que é um amigo? Uma só alma em dois corpos.

Que comportamento devemos ter para com os amigos? Como gostaríamos que se comportassem connosco.

A um fala-barato que pedia desculpa por o ter incomodado respondeu: Alguém o censurou por dar esmola a um vadio: Uma memória viva, uma experiência vivida que Aristóteles sonha repetir. Mais realista do que o seu professor, Aristóteles percorre todos os caminhos do saber: As distinções e categorias presentes nas concepções sobre o Estado fazem referência àquelas que existem em cada homem. Este discurso é planteado no quarto livro. Se existe alguém preparado para o governo da cidade ideal, esse alguém é o filósofo.

O livro seis trata deste argumento. Termina o livro afirmando que somente o indivíduo que possui a justiça é feliz.

No Livro doisos amigos de Sócrates, Glauco e Adimanto, desejando que este aprofundasse seu argumento sobre filosofia de platao justiça, fingem estar do lado de Trasímaco e propõem duas teses como desafio àquela que Sócrates acabara de defender sobre a justiça.

O primeiro, Glauco, distingue três provas de tecnico administrativo categorias de bem: Para Sócrates, porém, a justiça se encontra na segunda destas categorias.

Sustenta esta ideia com o mito de Giges. Desta forma, melhor seria ser injusto, adquirindo a fama de justo. Glauco intervém novamente, propondo que seja acrescentada a estas classes, uma outra, a dos guardiões ou guerreiros, destinada à defesa da cidade. Estes devem ser educados com as virtudes da coragem e a temperança. Devem rejeitar as poesias e os mitos que suscitam o medo da morte. Ainda sobre a poesia, Sócrates iffarroupilha edu br distingue em três tipos: Os guerreiros devem afastar-se daquela imitativa.

A justiça no Estado se identifica com a justiça no indivíduo. O homem é justo quando sua faculdade filosofia de platao impera sobre as outras.

1 Comentário

  1. Benício:

    À época dos Trinta Tiranos, foi também preso e obrigado a beber cicuta.