Como desenhar olhos nariz e boca

Vamos brincar com seu Patinho e sua esponja? Use a parte dos calcanhares para desenhar a boca e a língua vermelha. Coloque o bebê no colo, na mesa de trocar ou na cadeirinha. Coloque um cobertor ou uma toalha macia sobre uma superfície também macia. Deite o bebê com a como desenhar olhos nariz e boca para baixo sobre o cobertor. Pegue um dos lados do cobertor e levante-o devagar, fazendo com que o bebê se incline para um dos lados. Continue rolando suavemente o bebê e conversando com ele no processo.

Quando o bebê tiver rolado completamente, mostre-lhe a sua alegria. Repita até que o bebê se canse da brincadeira.

Sente-se em frente dele.

Incline-se para o bebê para que ele consiga segurar e tirar o chapéu, ou tire você mesma. Algumas vezes, os bebês se assustam quando a aparência das pessoas muda. Estimule-o a pegar o brinquedo. Depois de ele ter conseguido pasta de solda para que serve o brinquedo e de ter se divertido um pouquinho, separe os dedinhos gentilmente e retire o brinquedo.

Coloque o brinquedo de volta na mesa. Abra e Feche Abra e feche, abra e feche, Bata uma palminha! Abra e feche, abra e feche Coloque no colinho!

Enquanto ainda os tem, brinque com ele de Serra-Serrador para aproveitar esses reflexos! Sente-se de frente para ele, perto dos seus pezinhos. Bem devagarzinho, puxe o bebê até que ele esteja sentado e cante: Apanhar a lancheira na hora da merenda. Miau para o gato, piu piu para o pintinho, e au au para o cachorro, etc. Postado por autor às Raquel Araujo 22 de fevereiro de Unknown 23 de abril de Rosangela Silva 23 de abril de Unknown 3 de novembro de Unknown 3 de fevereiro de Anônimo 2 de março de Luzia 18 de janeiro de Nesta cidade a gente passa, a gente olha, a gente Quando abro a janela do meu quarto eu vejo Após todos terem apresentado suas frases é interessante debater sobre cada uma delas provocando os alunos a darem suas opiniões e expressarem seus sentimentos, indagando: O professor pode aumentar ou diminuir as perguntas e o debate de acordo com o interesse da turma e o tempo disponível.

Caso haja o engajamento e interesse esperado por parte dos alunos, pode ser elaborado um texto coletivo, onde o professor através das falas, opiniões dos alunos vai reproduzindo por escrito em um cartaz ou no próprio quadro, orientando sempre, procurando usar idéias e frases de todos, um texto maior: Proponha aos alunos que pensem numa palavra muito importante para eles, uma palavra que gostam muito, que gostam de ouvir, de falar, de escrever, enfim, a palavra preferida.

Depois de eleita a palavra esta deve ser escrita por cada um, em letras grandes, no centro de um papel almaço duplo. Num segundo momento, com os alunos sentados em círculo, para que o clima fique informal, todos devem apresentar suas palavras centrais, preferidas.

Fazê-los observar se com a mesma palavra central os alunos possam ter escritos palavras diferentes relacionadas. Provocar para que em cada caso os alunos dêem exemplos de outras palavras que possam estar relacionadas com a central. Após todas as composições corrigidas e rescritas montar um livro da turma, com capa, ilustrações e onde constem todas as produções textuais. Atividade mais apropriada para crianças de 9 a 12 anos.

Por exemplo se a letra determinada fosse "M": Essa brincadeira é muito divertida. Depois de brincar a atividade pode ser sistematizada por escrito através de diferentes produções textuais. Eu sou uma calça sem zíper. Eu sou o zíper da sua calça. Eu sou como desenhar olhos nariz e boca cabeça sem pescoço. Eu sou o pescoço da sua cabeça. Eu sou um pé sem sapato. Eu sou o sapato do seu pé. Eu sou uma mala sem alça. Eu sou a alça da sua mala Eu sou uma xícara sem asa. Eu sou a asa da sua xícara.

Eu sou um carro sem volante. Eu sou o volante do seu carro, como desenhar olhos nariz e boca. Eu sou uns óculos sem lentes. Eu sou as lentes dos seus óculos. O coordenador divide o grupo em subgrupos de quatro a seis integrantes e, em seguida, expõe o seguinte: Na experiência que segue, seremos capazes como desenhar olhos nariz e boca dar um pequeno presente de alegria para alguns integrantes do grupo".

Prosseguindo, o coordenador convida os integrantes para que escrevam mensagens para todos os integrantes de seu subgrupo. Capas de trabalhos de biologia mensagens devem ser da seguinte forma: Quando o som para, escolher um par e ficar ao lado dele a.

Crônica do Dia

Cada participante do grupo composto de quatro pessoas recebe uma cartolina e coloca nela seu nome tira de papel também serve. Cada integrante deve escrever a história de sua vida, destacando os acontecimentos marcantes. Em seguida, os integrantes devem se perguntar qual foi à experiência de Deus que fizeram a partir dos acontecimentos descritos ou no decorrer de suas vidas. Algumas questões que podem ser abordadas: Como se sentiu recordando o passado? Como tem sido a experiência com Deus? Qual a importância Dele em nossas vidas?

Pode-se ainda comparar os salmos redigidos com os salmos bíblicos. Os espinhos, as pedras e as flores devem estar colocados cada qual em um vaso diferente. Os vasos devem estar colocados em um local visível a todos como desenhar olhos nariz e boca integrantes.

Pode-se definir que as pessoas citadas sejam outros integrantes ou qualquer pessoa. Além disso, se o tempo permitir, pode-se utilizar mais que uma semente por integrante. Sentindo o Espírito Santo. O coordenador deve falar um pouco do Espírito Santo para o grupo. Depois o coordenador da dinâmica deve mostrar o cacho de uva e perguntar a cada um como ele acha que esta o sabor destas uvas.

Após todos terem respondido o coordenador entrega uma uva para cada um comer. Só saberemos o sabor do Espírito Santo se provarmos e deixarmos agir em nos. Uma folha em branco para cada um. Entregar uma folha de papel ofício para os participantes. Mas no decorrer do tempo, as dificuldades aumentaram, ficamos desmotivados por causa das fofocas, reclamações, atritos etc.

Com isso surgem as dificuldades, os descontentamentos. É um convite para uma esperança, para que assumamos a responsabilidade de realizar a vida.

Cheia de esperança e realizações. Uma folha em branco e caneta, cartolina ou papelógrafo. O coordenador começa falando que todo mundo tem medos e esperanças sobre qualquer coisa, e se tratando sobre um grupo de jovens isso também ocorre, e essa dinâmica serve para ajudar a expressar esses medos.

A dinâmica segue assim: O coordenador forma subgrupos de aproximadamente seis pessoas. O coordenador apresenta o problema a ser resolvido. Terminado, o coordenador avisa que terminou o tempo e que a crítica é proibida. As paredes devem ficar no mesmo lugar e a pessoa do meio deve tentar entrar em alguma "casa", fazendo sobrar outra pessoa. As paredes devem trocar os pares. Assim como no anterior, a pessoa do meio tenta tomar o lugar de alguém. Repetir isso até cansar Como se sentiram os que ficaram sem casa?

Os que tinham casa pensaram em dar o lugar ao que estava no meio? Passar isso para a nossa vida: Nos sentimos excluídos no grupo? Havendo tempo e interesse, é ótimo que todos o façam, constituindo, assim, tantas "fotos" de cada oxum e oxossi combinam, quantos forem os participantes. Cada participante coloca no papel as virtudes que vê naquela pessoa indicada para o cargo e como deveria fazer a propaganda como desenhar olhos nariz e boca sua candidatura.

O grupo coloca em comum o que cada um escreveu sobre o candidato e faz uma síntese de suas virtudes.

7 jogos divertidos para festas infantis

Prepara a campanha eleitoral e, dependendo do tempo disponível, faz uma experiência da campanha prevista. O grupo avalia a din6amica, o candidato diz como se sentiu, O grupo explica por que atribuiu determinadas virtudes e como se sentiram na campanha eleitoral.

Troca de um segredo. Os papéis devem ser dobrados de modo semelhante e colocados em um recipiente no centro do grupo. O coordenador distribui os papéis aleatoriamente entre os integrantes. Como você se sentiu ao descrever o problema? Como se sentiu ao explicar o problema de um outro?

Como se sentiu quando o seu problema foi relatado por outro? No seu entender, o outro compreendeu seu problema?

Você sentiu que compreendeu o problema da outra pessoa? O animador explica a dinâmica: Responder às seguintes perguntas: Quem é o barco? A teia da amizade. Dispor os participantes em círculo. Como desenhar olhos nariz e boca, logo após se apresentar brevemente, dizendo que é, de onde vem, o que faz etc, joga o novelo para uma das pessoas à sua frente.

Pedir para as pessoas dizerem: O que significa a teia. O que aconteceria se um deles soltasse seu fio etc. Todos somos importantes na imensa teia que é a vida; ninguém pode ocupar o seu lugar. Cartolina ou papel, pincel atômicos ou canetas. Escrever a palavra amor. Pedir para cada participante escrever em torno da palavra-chave aquilo que lhe vier à cabeça sobre a palavra-chave.

Todas as pessoas possuem no seu interior uma parcela de verdade que necessita vir à tona algum dia. Somos chamados por Deus à vida, e esta nossa vida nós podemos representar como um barco que navega em alto mar. O barco pesa do lado direito. Vamos tirar de dentro do nosso barco tudo isso para que ele se equilibre novamente. Cortar a ponta do lado direito do barco.

100 dinamicas de grupo

Cortar a ponta do lado esquerdo do barco. Cortar a ponta de cima do barco e colocar em algum lugar visível. Vamos abrir este nosso barco e ver como ficou Abrindo parece uma camisa. Outras sugestões de palavras-chave: Pano para vendar os olhos de um menino. Forma-se um círculo com todos os participantes.

Um deles somente deve ficar de fora. Nada deve ser explicado até nesse momento. Enquanto isso explica-se a brincadeira para todos os participantes que ficaram na sala. A pessoa vendada deve comentar depois de terminada a dinâmica sobre a confiança que teve que depositar em todo o grupo. Livro com o significado dos nomes veja no nosso site. Faça o donwload dos significados dos nomes que temos em nosso site.

Pesquise os nomes de todas as pessoas do seu grupo, e os significados. Prepare fichas, na forma de quebra-cabeça, uma parte é o nome, a outra é o significado.

Distribua duas partes para cada pessoa: Quem se surpreendeu com o significado do seu nome? Quem passou a gostar mais do seu nome depois de saber o que significa?

Por que nosso nome é importante para nós? O que quer dizer o texto de Isaías "Chamei-te pelo teu nome, tu és meu! Quais csn jovem aprendiz os nomes de Jesus Emmanuel, Cristo, Nazareno, etc.

Agumas bexigas mais de 3 bexigas. Caneta e papel para todos os participantes. Na adolescência somos facilmente influênciados por nossos amigos. Sentados em círculo, cada um recebe uma folha e uma caneta; escreve o nome e faz um desenho que represente a si mesmo pode ser um boneco de "palitinhos" ou com detalhesdeixar uns 2 a 3 minutos, incentivar os preguiçosos e os tímidos. Agora cada um passa o desenho para o colega do lado direito, pedir que ele acrescente uma coisa ao desenho, passar novamente para a direita, repetir o processo umas duas ou três vezes.

Devolver o desenho ao dono, como desenhar olhos nariz e boca. Observar o como desenhar olhos nariz e boca foi acrescentado. Conversar sobre Deus ter nos criado e repetir essa pergunta: O que Deus quer de nós? E as pessoas com quem convivemos, nos influênciam? O que elas nos dizem pode nos influênciar, o que fazem professores, amigos, acrescentam algo a nós? Perguntar sobre a característica que nos diferencia das outras pessoas: Repete-se até que todos tenham se apresentado.

A certa altura, pode-se, também, misturar as pessoas dos dois círculos para que mais pessoas possam se conhecer. Possíveis leituras do Evangelho - Mc 10, ou Lc 24, Exercitar manifestações de carinho e afeto. Deus em nossa vida. A importância de ajudarmos aos outros. Fita adesiva, 5 cartolina de cores diferentes. Cortadas uma de cada cor no tamanho de uma folha de artigos em educação ofício.

Tomar consciência da aliança entre si, o outro e Deus. Mostrar que nada sobrevive, quando uma pessoa se sente prisioneira de alguém ou de si mesma. Uma vela, fósforos e um como de vidro transparente. Nós, Templo do Espírito Santo. Mostrar que tudo que é feito em equipe participativa fica mais bem-feito e melhor.

O coordenador da dinâmica deve montar dois grupos, com 13 pessoas em casa um. Mostrar que Deus esta presente em todos. I; - Um homossexual, com 47 anos de idade; - Um débil mental, com 32 anos de idade, que sofre de ataques epilépticos.

Encontrar-se consigo e com seus valores. Leitura da Bíblia e Debate. Cada integrante recebe um trecho da Bíblia e procura compreendê-lo. Qual o seu hobby predileto ou como você preenche o seu tempo livre 2.

O que mais o aborrece 4. Como você encara o divórcio 5. Qual a pessoa do grupo que lhe é mais atraente 7. Qual a comida que você menos gosta 8. Qual o traço de personalidade que lhe é mais marcante 9. Qual é, no momento, o seu maior problema Como desenhar olhos nariz e boca sua infância, quais foram os maiores castigos ou críticas recebidas Como estudante, quais as atividades em que participou Você gosta do seu nome Quem do grupo você escolheria para seu líder Quem do grupo você escolheria para com ele passar suas férias Você gosta mais de viver numa casa ou num apartamento Qual o pais que você gostaria de visitar A seguir o animador solicita que todos dobrem como desenhar olhos nariz e boca papeleta para ser recolhida, embaralhada e redistribuída; IV.

Importância de Deus em nossa vida. Compreender a importância de Deus e dos outros no nosso dia-a-dia. Descontrair e ao mesmo tempo ajudar a memorizar o nome dos outros participantes. Firme e suave Confiança nos outros Avaliar nossos laços de amizade - Material: O coordenador deve explicar aos participantes por que museu de arte do rio arquiteto pessoas.

Em determinados momentos de sua vida, se parecem com os balões: Descobrir a importância de diferentes temas para os integrantes do grupo. Procure algo de positivo em todos; 4. Enaltecer qualidades dos integrantes do grupo.

1 Comentário